sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Missa Conga, uma blasfêmia contra Deus!

Com este artigo, queremos denunciar mais um ato sacrílego que aconteceu na Diocese de Itabira – Coronel Fabriciano. Desta vez se trata de uma “Missa Conga” celebrada na cidade de Santa Maria de Itabira. As imagens falam por si só, onde era para se celebrar o sublime sacrifício de Nosso Senhor Jesus Cristo, o que vemos é um explicito sincretismo religioso.


Não temos dúvidas que por de trás destas ideologias revolucionárias em matéria litúrgica está o Inimigo de Deus e de nossas almas. Ele adora contemplar Nosso Senhor profanado, humilhado e desolado na celebração da Santa Missa. Os bispos e os sacerdotes são as principais vitimas de Satanás neste assunto, a grande prova disto foi o pérfido Concílio Vaticano II, que em seu documento sobre liturgia deixou várias brechas para estes terríveis abusos, caso alguém tenha dúvida basta ler a Sacrosanctum Concilium 37,38,39 e 40. Além das dezenas de aberturas para abusos presentes na Instrução do missal romano.

Está na natureza da Missa de Paulo VI o antropocentrismo, apenas isto já caracteriza um problema grave em matéria litúrgica, somando-se os abusos as coisas ficam insuportáveis. É missa carismática, missa jovem, missa afro, missa conga, missa de formatura, missa de benção, etc. Profanações atrás de profanações à Nosso Senhor, sublime prisioneiro no Véu Sacramental.

É dogma de Fé que a Missa é o Sacrifício de Nosso Senhor, vejamos como deve ser nossa postura diante deste sublime mistério:

 “Eis o meio mais adequado para assistir com fruto o Santo Sacrifício da Missa: consiste em irdes à Igreja como se fosseis ao Calvário, e de vos comportardes diante do altar como o faríeis diante do trono de Deus, em companhia dos Santos Anjos. Vede, por conseguinte, que modéstia, que respeito, que recolhimento são necessários para receber o fruto e as graças que Deus costuma conceder àqueles que honram, com sua piedosa atitude, mistérios tão santos” (São Leonardo de Porto Maurício)


 Será que os Reverendíssimos Senhores Padre Hideraldo Vieira e Padre Marcio Soares acreditam neste Dogma de Fé? Aparentemente não. Esperamos que esta denúncia pelo menos sirva de reflexão para os mesmos. Não queremos, em hipótese alguma com o artigo desrespeitar a  dignidade do sacerdócio destes padres e tão pouco julgar suas personalidades. Apenas queremos mostrar para o povo que desconhece a Verdade que oque acontece todos os anos na Festa de Nossa Senhora do Rosário é na verdade uma terrível ofensa ao Imaculado Coração de Maria Santíssima. Como bem nos ensinou o Cardeal Pie de Poitier:

“Se estais condenados a ver o triunfo do mal, nunca o aplaudais; nunca digais do mal ‘isso é bom’; nunca digais da decadência ‘isso é progresso’; nunca digais da noite ‘isso é luz’; nunca digais da morte ‘isso é vida’.”

Nós da Associação Santo Atanásio nos propomos a assistir apenas a Santa Missa de sempre, no rito de São Pio V. O porquê disto? Respondemos: Não somos protestantes, não somos macumbeiros, não somos roqueiros, não somos espiritas, não somos maçons e não somos politicamente corretos. Somos católicos, e para nós vale a regra: “Lex Credendi Lex Orandi - A lei da oração é a lei da fé”. Só na Santa Missa Tridentina se celebra a autentica e genuína Fé Católica.

Quanto aos irmãos que só tem estes sacrilégios públicos para irem, repasso as palavras de Monsenhor Lefebvre:

“  E melhor não assistir senão uma vez ao mês a verdadeira Missa e se necessário inclusive com um intervalo maior de tempo que participar de um rito que tem sabor protestante, que nos priva da adoração devida a Nosso Senhor e talvez ate a Sua presença. ” Dom Marcel Lefebvre, O golpe de mestre de Satanas.

Também algumas citações de teologia moral:

«Todo motivo medianamente grave escusa da obrigação de ouvir Missa, como o que se daria no caso de que a assistência à Missa provocasse um dano corporal ou espiritual para nós ou para outros» (Compendio di Teologia morale, ed. Marietti, 1955, nº 200).

“A Missa se deve escutar segundo o rito católico, já latino, já oriental (...). Causas escusatórias são: a impossibilidade física ou moral. Escusam, pois, da observância do preceito (...) o perigo de sofrer um grave dano material ou moral» (ed. Studium, verbete santificazione delle feste)”.

«o católico deve abster-se de assistir à Missa válida, mas ilícita, do sacerdote herético ou cismático, ainda que haja a obrigação de ouvir Missa por ser dia de preceito e tenha de ficar sem esta ao agir assim» (cf. Enciclopedia Cattolica, verbete comunicazione nelle cose sacre, col. 113).

Esperamos em Deus que o senhor bispo aplique uma disciplina nos sacerdotes envolvidos neste sacrilégio e desejamos que cada leitor que esta lendo este artigo ofereça uma AVE MARIA em reparação aos Sagrados corações de Jesus e Maria.

Salve Maria!

Associação Santo Atanásio. 










































5 comentários:

  1. Sobre os padres modernistas:

    "Eles temem-se mutuamente e têm medo do povo: têm medo de serem rejeitados. Por isso querem dançar ao som do violão do povo, mesmo que ele toque notas falsas.

    Muitos Sacerdotes encontrar-se-ão em breve num pântano pestilento, fétido e sujo, e nem sequer se aperceberão disso. Deixam que este pântano rodeie os seus corpos, e o que é ainda muito pior, o seu espírito, e acabarão por afundar-se nele. "

    - Relatos de um exorcismo, 31/08/1975

    ResponderExcluir
  2. Porque somos ridículos?
    Porque somos contra sacrilégios?
    Não entendemos sua colocação.

    Salve Maria!

    ResponderExcluir
  3. Salve Maria.

    Que náusea que senti ao ver essas fotos. Não há outra palavra que descreva isso.

    Meu Deus do céu! Que falta de respeito com Nosso Senhor Jesus Cristo essa "Missa" Conga!

    Associação Santo Atanásio, não há nada que possamos fazer? Recorrer ao Bispo? A outro Bispo? Enviar uma carta a alguma autoridade (nem que seja de Roma!)?
    Essa profanação não pode passar impune na Terra!

    Luis Gustavo e James M.,

    Liturgia não é decoração, enfeite. O Santo Sacrifício de Jesus na Santa Cruz é refeito, só que sem o derramamento de sangue. Com a Liturgia, o Padre na pessoa de Cristo realiza o milagre da Transubstanciação.
    Jesus poderia não ter ido ao Getsêmani, poderia ter debatido com os Sumos Sacerdotes, poderia ter debatido com Pilatos, evitando sua flagelação e crucificação, mas não! Jesus se SACRIFICOU, passou por um processo DOLOROSO antes de morrer e morrer na cruz. Nosso Senhor Jesus Cristo foi imolado para a NOSSA SALVAÇÃO.
    O Sacrifício da Missa, igualmente, não pode ser outro senão a atualização do Calvário.

    Recomendo aos senhores, a leitura desse magnífico texto de Santo Afonso Maria de Ligório:
    Modo de Assistir ao Santo Sacrifício da Missa
    http://pdfchristifidei.files.wordpress.com/2011/02/modo-de-assistir-ao-santo-sacrifc3adcio-da-missa.pdf

    Ridículo é achar que o maior sacrifício pode ser feito de qualquer modo.

    Que Nossa Senhora nos cubra com seu manto sagrado e São Miguel Arcanjo nos proteja com a milícia celeste!

    Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

    Paz e bem.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir